Transformar a cultura de uma organização é mais que necessário para promover o aprendizado consciente

Tudo está mudando constantemente. Estamos em uma era que tudo evolui constantemente. No entanto, quando ficamos em modo automático podemos ficar mais insensíveis de perceber essas mudanças. Portanto, é preciso também sempre estimular uma mudança interna também para conseguirmos acompanhar tudo o que está acontecendo.

Quando aconteceu o período de planejamento estratégico da CINQ, em 2017, paramos para refletir e chegamos à conclusão de que  o setor de tecnologia e as forças do trabalho na área estavam em um processo muito intenso de mudanças.

Afinal, muitas tecnologias como, por exemplo, o blockchain, machine learning e IoT estavam se demonstrando como alternativas ou caminhos para serem seguidos e traçados. Além disso, novos modelos de negócios da economia digital também começaram a explodir e crescer para nos tirar da zona de conforto.


Processo de Design Thinking para construção dos OKRs organizacionais da CINQ para 2019


Reflexão: faça a pergunta certa

Ao refletirmos sobre o contexto fomos percebendo que, cada vez mais, os profissionais seriam parte importante, essencial e chave deste processo. Tínhamos que refletir em como despertar os colaboradores para um aprendizado intenso e proposital. Afinal, sem eles, nosso negócio deixaria de existir.

A principal pergunta e questionamento que fizemos foi: por que em um mundo hiper-conectado as pessoas não pareciam ter interesse em aprender? Se pararmos para pensar, o questionamento coloca nas pessoas todo o peso da transformação e responsabilidade.

Será que a pergunta certa era essa? Após discutirmos um pouco sobre o assunto chegamos a outra pergunta: será que estamos conseguindo ver o que as pessoas estão aprendendo? Ou será que estamos criando o melhor ambiente para as pessoas aprenderem e se sentirem estimuladas a compartilhar isso conosco?

A partir dessas reflexões, resolvemos assumir a nossa responsabilidade, pois é impossível cobrar do outro uma mudança se nós não estivéssemos dispostos a fazer o mesmo.

Explore, aprenda e Desenvolva

Começamos, então, a transformar o nosso ambiente. Depois de uma sessão de criatividade, coletando experiências do nosso time e remodelando velhas práticas de treinamento da empresa. Criamos um programa para desenvolvimento dos profissionais com base nos pilares: Explore, Learn, Develop. Explicamos um pouco mais do programa neste artigo.

Trabalhamos primeiro no contexto tácito em nossa transformação cultural. Por exemplo, ao buscar incentivar que os profissionais compartilhassem o que aprenderam em sessões de curta duração para explicitar conceitos (CINQ TECH Share) ou começassem a experimentar codificar pelo prazer do aprendizado (Coding Dojo). Além disso, fomos buscar conhecimento até nas histórias dos projetos e com base nos obstáculos vencidos (CINQ TECH Stories).

Assim, o movimento voltado ao compartilhamento abriu portas para as pessoas participarem ativamente da formação de conhecimento da empresa. Dessa forma, começamos a sentir uma disposição em ajudar como ainda não tínhamos experimentado depois que a empresa atingiu o crescimento. Todo esse processo lembra muito o Design Thinking.


Onboarding do Programa Estágiotech 2019

Mudança de comportamento

Após percebermos o comportamento dos profissionais mudar, vimos que era o momento de ir além e promover essa mudança em um ambiente físico.  Assim, realizamos um sonho antigo que acabou acontecendo no momento certo: construímos uma nova sede.

O novo espaço foi pensado para promover essa troca entre os colaboradores. Agora não seria mais apenas para dentro da empresa, mas, sim, fomentaríamos a interação com o ecossistema. Portanto, o que fazemos? Estamos convidando outras empresas, clientes, parceiros e até concorrentes para trocar ideias e promover esse ambiente de aprendizado. Afinal, aprender é essencial.

Dessa forma, perceber essa transformação nos colaboradores é  muito enriquecedor. Afinal, a sensação é de encher o peito de extrema alegria que toma conta de nós. Atualmente, podemos ver nos corredores e na transparência das nossas salas de vidro, o prazer no trabalho e principalmente no compartilhamento de experiências.

Nossa equipe ainda tem jornada intensa em busca da transformação profissional para continuar crescendo e se consolidar. Portanto, ao pensarmos nisso, o nosso objetivo de estudo tem sido promover um mindset e cultura de crescimento e responsabilidade no desenvolvimento profissional de cada um. No entanto, isso é tema para outro artigo…

No momento, podemos nos orgulhar e afirmar: percebemos o momento de mudar e fomos capazes de assumir a nossa responsabilidade. Assim, estamos promovendo uma transformação em todo o ambiente e já estamos colhendo os frutos.


Este texto foi escrito por Bárbara Ritzmann, gerente da área de Desenvolvimento Organizacional da CINQ Technologies.